TEXTANDO VERSOS

Textos diversos de inversos contextos, testes de versos e meros pretextos fazendo de tudo para encher de textura o universo da web. De forma concisa, são apenas loucuras entre linhas de divisa.

22 de jun de 2011

busunfa cerebelo potável

nada é perfeito sem o amor
sem o amor nada é perfeito
amar sem par feito é defeito
do feio

o espelho reflete
nada repete
sem início
sem fim
sem meio

- - -

Publicamente, peço perdão a uma pessoa que, voluntariamente ou não, conscientemente ou não, feri no coração.
Quando me ofereceu seu amor, eu neguei, fugi, medroso como avestruz.
Carreguei seu amor por mim como se fosse uma cruz.
Esqueci que, por mim, já a carrega há muito tempo.
Por tudo isso, ajoelho e peço:
Perdão a ti... Jesus!

Nenhum comentário:

Postar um comentário