TEXTANDO VERSOS

Textos diversos de inversos contextos, testes de versos e meros pretextos fazendo de tudo para encher de textura o universo da web. De forma concisa, são apenas loucuras entre linhas de divisa.

1 de ago de 2011

Loosers

Esta manhã acordei com um sentimento looser
Como se nada tocasse minha necessidade de algo
Estou sem troféis no meu quarto que me lembrem de feitos
Extraordinários objetos destes humanos perfeitos

Acordei tristão numa manhã de segunda
Com um sentimento oceânico que, na verdade, me afunda
É o empuxo das águas que formarão o tsunâmi
Meu corpo discorda, mas o espírito é unânime

Demorei a perceber que este mundo é legal
Divertido, palhaço, um artista boçal
Todos os caminhos nos levarão ao mesmo local
O início de tudo e o mesmo final

- - -

Enquanto durmo
quero que o silêncio que desfruto
não seja desfeito
que defeito esse
não querer acordar
apreciar o som de meu ser
enquanto o resto do mundo se atordoa
ao som dos alheios

- - -

um distraído me chamou de poeta
não vê que não sou
a vida o é

- - -

o teu beijo...
ah, o teu beijo...
o teu beijo
queria que fosse meu.

- - -

o meu coração não bate

apanha

Nenhum comentário:

Postar um comentário