TEXTANDO VERSOS

Textos diversos de inversos contextos, testes de versos e meros pretextos fazendo de tudo para encher de textura o universo da web. De forma concisa, são apenas loucuras entre linhas de divisa.

28 de out de 2009

Texto na Testa

O mundo está complicado, percebo uma desmotivação nas pessoas, uma certa (ou errada) descrença naquilo que é humano, no que diz respeito ao outro, não vemos o outro como uma possibilidade de criar laços, e sim, criar competição e conflito. Uma pressão paira sobre nossas cabeças como se fôssemos implodidos pelo mundo que nos cerca e que nós mesmos criamos. Fica a pergunta de quem dará o primeiro passo? Quem irá mudar os conceitos incrustados na mente e na personalidade das pessoas? Alguém pode fazer isso?


Aonde a descrença leva milhares de pessoas a acreditarem que são tão minúsculas e incapazes que têm de doar o dinheiro do pão de cada dia, do sustento e moradia, conforto, saúde, lazer e cultura, para terceiros que se intitulam intermediários do poder divino, não se pode esperar liberdade.

Aonde foi que a cultura humana errou para chegar a ponto de a maior riqueza possível entre nós esteja resumida em papéis e seus algarismos impressos?

Onde fica o interesse pelo bem-estar da sociedade? Pelo bom funcionamento da máquina humana? Ficamos na crise.

Os E.U.A. estão em recessão e não é para menos, mais de 8 anos se passaram desde o onze de setembro e a única solução que esta nação encontrou para isso foi iniciar mais guerras, foi gerar mais mortos para si e para as outras nações. Para onde foi o sonho americano de tornar o mundo perfeito à sua forma? Para o lixo, hoje em dia pode ser motivo de vergonha ser estadounidense, e eles lutam contra tudo isso apenas abordando o aspecto econômico da crise.

Não, a crise é humana, de valores, de fé, etc, etc, etc.

Não há espaço para todas as pretensões dos homens, todas as forças em movimento neste exato momento estão em rota de colisão e apenas alguns sobrevivem. Quanto mais se fala em direitos humanos, em união entre as nações, mais sinto que a desconfiança só aumenta.

A culpa de é nossos líderes? Hm... Essa idéia é muito atraente, "Ah, O governo isso... O governo aquilo... os políticos bla-bla-bla..."

Não devíamos ter esquecido que os líderes somos nós mesmos, eu não aceito uma representação não autorizada de mim mesmo, como "povo", pois não sou povo, não preciso ser favorecido com nada, apenas respeitado como ser humano, já que não posso mesmo fugir desta condição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário