TEXTANDO VERSOS

Textos diversos de inversos contextos, testes de versos e meros pretextos fazendo de tudo para encher de textura o universo da web. De forma concisa, são apenas loucuras entre linhas de divisa.

13 de jan de 2011

O que se diz por aí...



A vida é como uma caixa de isopor
Conserva as qualidades orgânicas
A carne ainda fresca
O suco ainda gelado
O ovo ainda novo
Por certo tempo...
...destino inevitável


Absorvendo estas tais idéias de eternidade
Que aqui se prega e emprega em pregos ideológicos da ortodoxia ecumênica
Concluo que, caso realmente não se trate de apenas mais uma falácia,
A eternidade deve ser um congelador.

- - -

Ah, mas que saudade que eu tinha de ter estado lá, em 1969, quando os camaradas invadiram o condado de Sullivan. Que sonho do caralho aquele há quatro vezes 10 anos...

- - -

DEUS: Aceita Adão como seu legítimo esposo?
EVA: Sim!
DEUS: Aceita Eva como sua legítima costela?
ADÃO: Sim!
DEUS: Eu os declaro Homem e Mulher. No entanto, Adão, você deve prometer que não comerá mais costela de hoje em diante.
ADÃO: Assim prometo.
DEUS: Caso cumpra, sejam felizes para sempre! Caso não, até que a morte os separe!

- - -

blog (re)ativado, vida longa!

Um comentário: