TEXTANDO VERSOS

Textos diversos de inversos contextos, testes de versos e meros pretextos fazendo de tudo para encher de textura o universo da web. De forma concisa, são apenas loucuras entre linhas de divisa.

7 de mai de 2010

Problems









Muitos problemas também
Oh, porque eu estou aqui
Eu não preciso ser eu
Porque você é totalmente transparente também
Bem, eu posso ver
Há algo de errado com você
Mas porque você me exclui de fazer
Ao final, eu irei saber o que eu quero ser
Não venha para mim, se você precisa de compaixão
Você está sozinho, você não tem ninguém
Você tem seu corpo em suspensão
Sem problema, problema
Problema, o problema é você

Coma seu coração numa bandeja plástica
Você não faz o que você quer
Então você desaparecerá
Você não me encontrará trabalhando
Trabalhando das nove às cinco
É muito divertido ser um ser humano
Eu estou usando os meus pés para o sistema
Você não me encontrará vivendo para a tela
Você está sozinho e todas a suas necessidades supridas
Você tem seu cérebro desidratado

Problema, problema
Problema, o problema é você
O que você vai fazer

Problema, problema
Problema, o problema é você
O que você vai fazer com seu problema

Numa viagem mortal eu não automatizo
Você não me encontrará apenas ficando estático
Não me de ordens
Para pessoas como eu
Não há ordem

Aposte seus pensamentos, você terá que trabalhar muito
Aposte seus pensamentos, você sabia sobre que era
Aposte seus pensamentos, você
Resolveria todos os seus problemas
Mas você é o problema

Problema, problema
Problema, o problema é você
O que você vai fazer com seu problema
Eu deixarei para você
Problema, o problema deles é você
Você tem um problema
Oh, o que você vai fazer

Eles conhecem um doutor
Que levará você embora
Eles levam você embora
E atiraram fora a chave
Eles não querem você
E eles não me querem
Você tem um problema
O problema é você

Problema, o problema é você
O que você vai fazer
Problema, problema, problema
Problema, problema, problema
Problema, problema, problema
Problema, problema, problema...

Um comentário: