TEXTANDO VERSOS

Textos diversos de inversos contextos, testes de versos e meros pretextos fazendo de tudo para encher de textura o universo da web. De forma concisa, são apenas loucuras entre linhas de divisa.

6 de mai de 2010

Waking Life


O filme “Waking Life” (em português, “Vida desperta”) é um longa-metragem que conta a experiência de um indivíduo quando este se encontra no estado onírico da consciência. São fragmentos ou passagens não necessariamente interconectados entre si, sem uma ordem temporal lógica, de acordo com a noção de tempo que possuímos neste mundo físico.
São abordadas várias problemáticas filosóficas, como a linguagem, o existencialismo, a questão dos sistemas de controle social, a mídia, a noção que possuímos sobre o livre-arbítrio, as leis físicas às quais estamos submetidos e, de certa maneira, aprisionados, e, principalmente, o fenômeno do sonho, estado em que nos desconectamos do caos que nos cerca e que entramos em contato íntimo com o que realmente se passa no cerne de nossa essência.
O filme mostra a manifestação do sonho, que é mais do que um simples devaneio sonâmbulo, é o contato com a nossa essência, a mais profunda introspecção que nos coloca em contato com a amplidão do universo. Em uma cena, um dos personagens diz que andamos despertos quando estamos dormindo e feito sonâmbulos quando estamos acordados. De fato, quantas pessoas no mundo não estão agindo como programas? O cotidiano morto a que estamos submetidos é a prova de que muitas de nossas experiências estão programadas, muitos estão acostumados com a vida e já não nos causa espanto o fato de existirmos, só sabemos que queremos continuar existindo e, para isso, o cotidiano é necessário.
Outra idéia mostrada no filme diz respeito à nossa atitude com a vida, em um trecho do filme um personagem diz: “Dizer sim para um instante é dizer sim para toda a existência”, ou seja, dizer sim para a vida, para o momento que se passa na frente de nossos olhos, pois muitas vezes estamos num lugar sem querer estar lá, estamos fazendo coisas sem querer fazer, dizendo “não, não, não” constantemente a cada momento que se passa. 
Eis aqui algumas cenas do filme no Youtube, vale a pena conferir:



Boa Viagem!!!

Um comentário: